Kizaca pode ser prejudicial

Kisaca, também conhecida como Quizaca, é o nome pelo qual é conhecido um prato típico da gastronomia Angolana, feito com folhas de um pequeno arbusto com raizes comestíveis chamadas Mandioca, esse arbusto também é conhecido em algumas regiões como pé de Mandioca no Brasil. Em certas regiões de Angola como na província Cabinda e muitas mais províncias também é conhecida como sacafolha.

De acordo com Pascoal Muenho, a kizaca e a mandioca possuem um líquido (látex) que contém uma substância tóxica chamada linamarina. “Essa substância, que é mais concentrada na kizaca cuja mandioca é muito amarga, pode matar uma pessoa ou animal. E quando consumimos essa kizaca, durante o processo digestivo ela transforma-se num ácido chamado cianeto, que causa intoxicação”, explicou.

Um dos procedimentos que se deve adoptar para reduzir a quantidade de toxina, segundo Pascoal Muenho, é ferver a kizaca antes e depois de ser pisada no pilau.
A linamarina, segundo o naturopata, também é encontrada na mandioca doce, só que em menores proporções que na amarga.

Por isso, a intoxicação por ingestão de mandioca doce não é severa, mas, sublinha Pascoal Muenho, pode ser fatal para uma criança que a coma como primeira refeição. “Temos de consumir a mandioca doce depois de já ter passado um, dois ou três dias em casa. Aliás, quantos mais dias passar em casa, melhor”, aconselhou. Ainda sobre a natureza da linamarina, o naturopata disse tratar-se de uma substância termosensível e volátil. “Isso quer dizer que quando se expõe a kizaca a alta temperatura, ela, a linamarina, começa a desaparecer.”

A exposição dessa toxina é maior quando se tira a mandioca do solo ou a kizaca da lavra e se começa a comer na hora. Para diminuir o grau de toxidade, segundo o naturopata, a kizaca deve ser cozida com a panela destapada. A toxicidade da linamarina, explicou, é que faz com que muitas pessoas sintam, às vezes, um pouco de azia ou ingestão.


A distinção da diferença entre a folha da mandioqueira com o grau mais elevado de toxidade e a com menor grau, de acordo com o também naturopata José Nguepe, só é   possível através da mandioca. “Se provarmos a mandioca, vamos encontrar umas que são doces e outras amargas. As mandiocas amargas têm as folhas com um grau de toxicidade mais elevado. Essas é que fazem mal, disse.


De acordo com José Nguepe, os sintomas por intoxicação de kizaca consistem em tontura, perda de acção das pernas, dificuldade de visão, vómitos e diarreia. Para evitar a morte, deve-se fazer pisar um pedaço de carvão vegetal, diluí-lo em água e dar à pessoa afectada duas colheres de sopa de uma em uma hora, até chegar ao hospital. “O carvão vegetal ajuda muito a neutralizar o veneno”, concluiu o médico naturopata José Nguepe.

Fonte: Jornal de Angola

Alimentos que ajudam a prevenir o câncer da mama

Há alimentos que podem ajudar a prevenir esse tipo de câncer. Os riscos de desenvolver essa doença são altamente influenciados por factores genéticos, mas calcula-se que boa parte desses tumores podem ser evitados com hábitos de vida saudáveis, principalmente no que diz respeito à alimentação.

Os perigos da automedicação

Muita gente tem uma farmácia particular de remédios ou de plantas medicinais para lidar com contratempos como dor de cabeça e febres. Mas a automedicação começa a se tornar um problema sério quando vira rotina. Não só porque sintomas recorrentes podem indicar algo mais sério, mas porque todo medicamento tem potencial nocivo quando corre solto nas suas veias.

O que é homeopatia: entenda como funciona essa medicina alternativa

Criada pelo médico Samuel Hahnemann, a homeopatia é um tipo de terapia de tratamento liberada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma medicina alternativa e complementar, para quase todos os tipos de doenças físicas e psicológicas. Mas o que faz com esse tipo de medicina seja, de fato, funcional?

Para que serve o Coartem?

O Coartem 20/120 é um remédio antimalárico que contém arteméter e lumefantrina, substâncias que ajudam a eliminar os parasitas da malária do corpo, estando disponível em comprimidos dispersíveis e revestidos, recomendados para o tratamento de crianças e adultos respetivamente, com uma infecção aguda de Plasmodium falciparum sem complicações.

Para que serve o Omeprazol?

Indicado para tratar certas condições em que ocorra muita produção de ácido no estômago. É usado para tratar úlceras gástricas (estômago) e duodenais (intestino) e refluxo gastroesofágico (quando o suco gástrico do estômago volta para o esôfago).

Dia Internacional do Farmacêutico

A data promove a profissão farmacêutica no mundo e proporciona o encontro dos profissionais da área, assinalando ao mesmo tempo a importância dos farmacêuticos para a saúde pública.

Foi o Conselho da Federação Internacional Farmacêutica que criou este dia no final dos anos de 2000 numa conferência em Istambul, Turquia.

Abóbora auxilia no tratamento do câncer da próstata

Desde o início do século 20 que sementes de abóbora são usadas no tratamento do aumento, ou hiperplasia da próstata. De acordo com o especialista em fitoterápicos, Douglas Schar, a semente contém componentes chamados fitoesteróis que podem auxiliar na diminuição da próstata se ingeridas em boa quantidade três vezes por semana.

Benefícios da Mandioca para a saúde

A mandioca é uma excelente fonte de carboidratos especiais, vitaminas e minerais. Por ser um alimento barato, resistente e nutritivo, a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) vem incentivando sua produção e consumo pelo mundo afora, em especial em países em desenvolvimento.

Kizaca pode ser prejudicial

Consumir as folhas de mandioqueira, vulgo kizaca, no mesmo dia em que são colhidas, pode constituir perigo para a saúde humana, disse ao Jornal de Angola o médico naturopata Pascoal Muenho. De acordo com Pascoal Muenho, a kizaca e a mandioca possuem um líquido (látex) que contém uma substância tóxica chamada linamarina.

MULTIESKENDRA Farmacêutica Lda 2019 © Todos os direitos reservados